Campanha Maio Amarelo em Brasília começa no domingo (1º)

Cronograma de atividades, anunciado hoje (29), inclui ações educativas e esportivas em várias regiões do Distrito Federal


A abertura em Brasília do Maio Amarelo, movimento mundial pela redução de acidentes de trânsito, será às 9 horas de domingo (1º), no Estacionamento 13 do Parque da Cidade. A campanha é uma parceria da sociedade civil com o poder público e envolve instituições de diversos setores. A programação no DF foi anunciada na manhã desta sexta-feira (29), em entrevista coletiva no Palácio do Buriti.


Durante todo o mês, o Palácio do Buriti, o Congresso Nacional, a Ponte JK, a Esplanada dos Ministérios, o Palácio do Planalto, a Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida e a caixa d'água de Ceilândia ficarão iluminados de amarelo, em alusão ao significado da cor nos semáforos — atenção. O objetivo é alertar a população para a importância de seguir adequadamente o Código de Trânsito Brasileiro. 

Uma das novidades em relação ao ano passado é a Escola Vivencial de Trânsito do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF), que passará por Brazlândia, Gama, Sobradinho e Planaltina. Além disso, equipes do Departamento de Trânsito (Detran-DF) visitarão instituições públicas e privadas para distribuir material informativo. "Trata-se de uma atuação em conjunto com um objetivo: reduzir o número de mortes e de acidentes nas vias do Distrito Federal", destacou a secretária da Segurança Pública e da Paz Social, Márcia de Alencar Araújo, durante a coletiva.

De acordo com o DER-DF, no ano passado, foram registradas 349 mortes no trânsito de Brasília, contra 406 em 2014. "Ações de fiscalização, de engenharia, de segurança, de mobilidade e de educação são fundamentais para a redução gradativa desse número", afirmou o diretor-geral do departamento, Henrique Luduvice. Na opinião do diretor-geral do Detran, Jayme Amorim de Sousa, o condutor precisa passar por processo contínuo de reciclagem. "A reeducação de trânsito enfatiza procedimentos que o motorista já conhece, mas que às vezes são esquecidos."

Ações direcionadas
Detran e DER programaram atividades para quase todos os dias de maio. Estão previstas ações em creches e escolas, além de blitze educativas integradas. Também haverá caminhadas, corridas e apresentações teatrais.

O Detran preparou ainda as "invasões", quando equipes da autarquia entrarão de surpresa em instituições públicas e privadas com abordagens e distribuição de material informativo sobre a campanha. Tudo previamente autorizado pelas chefias dos órgãos.

Números
Dados preliminares do Detran apontam que, em janeiro e fevereiro de 2016, 40 pessoas morreram em acidentes de trânsito no Distrito Federal – 23 a menos que no mesmo período do ano passado.

Durante a edição do Maio Amarelo de 2015, os agentes do DER abordaram 3.987 veículos e identificaram 689 motoristas que dirigiam sob o efeito de bebidas alcoólicas.


Também participaram do lançamento da campanha hoje o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Hamilton Santos Esteves Junior; o comandante do Batalhão de Policiamento de Trânsito da Polícia Militar, coronel Cirlandio Martins, e o comandante do Batalhão de Policiamento Rodoviário da PM, tenente-coronel Stefano Enes Lobão.

Qual a importância de aprender um idioma na INOVA GESTÃO?

O Brasil é um país gigante, o quinto maior em dimensão, de norte a sul a língua que falamos é a mesma, apesar das diferenças de sotaque, ou...