ARTIGO: Match nos negócios

Janine Brito

Dias atrás, a internet ficou em polvorosa devido à campanha ousada do Reclame Aqui, a ação “O jantar da vingança” vingou consumidores de empresas com péssimas reputações no site

Foto: Luiz Viana.

O que tinha de curioso ali era a reação — ou falta dela — dos convidados; em sua maioria, diretores de empresas dos ramos de logística, vendas e e-commerce; pela imagem antipática do garçom da casa. Até chegar ao estágio de receber a “conta” e dar de cara com suas próprias falhas como gestor. 

Fiquei alguns minutos digerindo aquele vídeo viral, sem pensar em outro assunto que não fossem meus clientes. Você se vê obrigado a refletir o seu comportamento como gestor. Então, principalmente, reforcei a importância de conhecer meu cliente e suas necessidades. Atentei para o fato de que não posso deixa-lo sem assistência.

Dessa forma, percebi que fugir da crise não é inteligente, pois, pelo que temos visto, a transparência é a melhor das estratégias. Verifiquei também a necessidade de haver engajamento com todos os grupos de pessoas impactados pelas ações de minha empresa, como funcionários, fornecedores, clientes e até o governo. É sabido que a transparência foi determinante para chegarmos ao fim do primeiro semestre de 2016 com números positivos.

Vivendo num momento de crise é fundamental repaginar o negócio tendo como termômetro as principais tendências e necessidades do mercado em que se atua. Ser flexível e aberto amplia as maneiras de alcançar seu cliente direto. A originalidade também destaca o negócio. Vejo muitos gestores que se limitam a copiar seus concorrentes, sem se darem conta de que, desta forma, estão e permanecerão fora do time do empreendedorismo. Esse foi um dos sentimentos da Ferragens Pinheiro ao avançar com estratégias de realizar eventos criados exclusivamente para o seu cliente.

É um grande erro pensar que uma crise do porte que se vive no país não atingiria a sua empresa. O grande desafio está na capacidade de crescer apesar da crise; olhar para o universo produtivo como uma oportunidade de expansão constante. O bom gestor é aquele que não desperdiça as chances de crescimento e mantém, incondicionalmente, a saúde do seu negócio. 


Janine Brito - Diretora executiva da Ferragens Pinheiro Fundada em 1960, a empresa nasceu com o objetivo de comercializar aço para a construção civil. De base familiar e pioneira na capital, foi responsável por oferecer grande parte dos materiais para a construção de Brasília. Atualmente, a empresa trabalha com um mix de mais de dois mil produtos comercializados e industrializados. Localizada no Setor de Indústrias de Brasília e Taguatinga, a loja possui moderna estrutura e serviços diferenciados.

Qual a importância de aprender um idioma na INOVA GESTÃO?

O Brasil é um país gigante, o quinto maior em dimensão, de norte a sul a língua que falamos é a mesma, apesar das diferenças de sotaque, ou...