Relação de confiança

Síndico deve apostar em administradora que alie tecnologia e sustentabilidade

Resultado de imagem para confiança
Um ótimo começo para o sucesso na gestão do seu condomínio é escolher uma administradora de confiança. Ela é fator de economia. Está apta a fazer a previsão orçamentária com melhores contratos, negociação com empresas terceirizadas e controle do gastos. 

Para o síndico, é indispensável delegar as funções administrativas a uma empresa merecedora e completa.. Depois de pesquisar acuradamente, ele deve escolher a administradora “completa”. O que é isso? É aquela que tem os departamentos necessários a uma boa gestão – e que não são poucos -, referência qualificada e um sistema de controle e prestação de contas ágil e transparente. A posição financeira de cada condomínio deve ser disponibilizada até duas vezes por dia, via internet. 

Na hora da contratação, o síndico deve considerar o tempo de atuação e a experiência da administradora no mercado. Filiação ao Secovi é um ponto a ser considerado. Deve solicitar referências bancárias e cadastro completo da empresa e seus sócios. Administração de condomínios exige hoje um sistema hi-tech. É bom conhecer o grau de tecnologia utilizada. 

É bom ainda analisar o plus. Algumas das melhores administradoras do mercado oferecem projetos de coleta seletiva de lixo, concièrge, estudos de captação e reuso de águas pluviais, captação de energia solar e outras facilidades que fazem hoje parte o dia-a-dia de muitos condomínios. Algumas poucas estão fazendo reciclagem de óleo de cozinha, evitando que o óleo utilizado nas frituras seja entornado na pia e obstrua a tubulação. Essa coleta transforma o óleo de cozinha usado em biodiesel. 

A postura verde não é um modismo. É uma tendência atualmente muito forte no mercado imobiliário e os condomínios estão no olho dessa tendência. Já se sabe que imóveis “sustentáveis” têm maior valor de mercado. E as taxas de condomínio podem cair de forma relevante com a adoção dessas práticas. 

O trabalho da administradora deve começar antes da instalação do condomínio. Se a construtora contratar a consultoria da administradora desde o projeto, fica mais fácil prevenir custos em decorrência do correto posicionamento de guaritas, altura dos muros, detalhes de iluminação, espaços para armazenar material reciclável e outros itens. Quando o condomínio já foi instalado, fica mais difícil – e mais caro – cuidar de todas essas questões

Qual a importância de aprender um idioma na INOVA GESTÃO?

O Brasil é um país gigante, o quinto maior em dimensão, de norte a sul a língua que falamos é a mesma, apesar das diferenças de sotaque, ou...